Banco Sol lança micro crédito de combate à pobreza em Kaxicane

Banco Sol lança micro crédito de combate à pobreza em Kaxicane

O Banco Sol inaugurou nesta sexta-feira, na vila de Kaxicane, município de Icolo e Bengo (província de Luanda), a sua primeira agência bancária, assinalando também o lançamento do programa de micro crédito às comunidades rurais, no quadro da parceria público/privada com o Ministério da Família e Promoção da Mulher (MINFAMU).

Segundo a ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, o projecto com o Banco Sol, que se estenderá por todo o país, “visa a promoção dos recursos locais, através de acções que objectivem a geração de renda, emprego e auto-emprego para a melhoria das condições de vida e bem-estar das comunidades e famílias”.

Na ocasião, foi realizada uma cerimónia de encerramento da primeira fase do “Pacote Integrado de Formação às Comunidades Rurais (PIFCR)”, ocorrida de dois a 16 de Junho, tendo 248 líderes femininas sido formadas em áreas como empreendedorismo, economia solidária, economia doméstica, gestão do lar e produção caseira de sabão.

Entre outros aspectos, constam dos objectivos do Ministério da Família e Promoção da Mulher, no período 2013/2017, a promoção do empoderamento e auto-estima e a valorização da família e apoiar a geração de rendimentos e sustentabilidade económica.

São também propósitos do MINFAMU, a promoção da formação de mulheres empresárias e líderes, o estímulo ao associativismo feminino, assim como a promoção do desenvolvimento socioeconómico das comunidades rurais e camponesas, contribuindo para a segurança alimentar e erradicação da pobreza.

O presidente do Conselho de Administração do Banco Sol, Coutinho Nobre Miguel, considerou a cerimónia como um acto de exaltação à figura do fundador da nação angolana e aos desígnios do Executivo angolano no combate à pobreza e na erradicação da fome, realçando a importância do micro crédito no impulsiono ao crescimento económico da classe desfavorável.

“O micro crédito possibilita o auto-emprego e o aumento do capital individual, o que em muitos casos se traduz na restituição da cidadania e da dignidade”, disse, enfatizando que “em todo o mundo, o micro crédito é visto como uma ferramenta de desenvolvimento altamente reprodutiva, sendo uma forma eficaz de combate à pobreza e crescimento económico e social do país”.

“Um país só é próspero combatendo as assimetrias regionais e a pobreza, e a forma mais justa é dar oportunidade de emprego”, disse ainda Coutinho Nobre, aplaudido repetidas vezes pelas populações, guiadas pela máxima “O mais importante é resolver os problemas do povo”, de Agostinho Neto.

Aberta com dança folclórica e exibição de uma peça teatral do grupo local, “Kaxicane para Ver”, a acção foi assistida também, entre outros, pelo vice-governador provincial de Luanda, José Sequeira, pelo administrador municipal de Icolo e Bengo, Adriano Mendes de Carvalho, e pelo soba de Kaxicane, André João Mendes.

Fonte: ANGOP

Publicidade

Fechar
Fechar