Empresas angolanas recorrem pouco ao crédito

Empresas angolanas recorrem pouco ao crédito

Luanda - As Micro, Pequenas e Medias Empresas do país fazem pouco recurso aos benefícios do programa Angola Investe, uma situação que resulta em constrangimento ao desenvolvimento do empreendedorismo no país, segundo a Moção de Estratégia do Líder do MPLA, José Eduardo dos Santos, apresentada hoje

Em consequência deste quadro, a linha de financiamento com juros bonificados do referido programa aprovou desde 2012 perto de 468 financiamentos, número considerado reduzido.

A cifra, segundo a Moção de Estratégia do candidato a presidente do MPLA, perfaz um valor total de 87 biliões de Kwanzas, dos quais 348 foram já disponibilizados.

O total em Kwanzas disponibilizados em 348 projectos financiados é de 63,9 biliões.

O valor representa cerca de 18 porcento do financiamento total concedido pela banca nacional ao sector produtivo.

Face a este quadro, a Moção de Estratégia refere que muito mais deve ser feito para que o acesso ao crédito deixe de ser um sério constrangimento ao desenvolvimento do empreendedorismo em Angola.

A Moção de Estratégia é um documento apresentado pelo candidato a presidente do MPLA que contém as ideias, propostas e as vias para a aplicação do Programa do MPLA no período do respectivo mandato.

Fonte: ANGOP

Publicidade

Fechar
Fechar